BLOG DOS PROFESSORES APROVADOS SEEDF 2013

Escola De Formação De Professores Em São Paulo

Posted by Gilberto Lenz em 14/05/2009

Matéria publicada no Portal de Notícias da Globo.

Opinião: criação de escola para professor público em SP é insuficiente

Ana Cássia Maturano – Especial para o G1

Criação da Escola de Formação de Professores é boa notícia.
Mas é preciso que o professor seja sempre estimulado a se aprimorar.

Às vezes, somos surpreendidos por uma boa notícia na área da educação pública. Por esses dias, o governador de São Paulo, José Serra, e seu secretário de Educação, Paulo Renato Souza, anunciaram a criação da Escola de Formação de Professores.

Ela será obrigatória para os novos docentes da rede pública. Após serem aprovados no concurso para ministrarem aulas, terão que fazer a formação durante quatro meses, num total de 360 horas. Nesse período, terão aulas teóricas, contemplando o conteúdo específico das disciplinas, e atividades práticas supervisionadas.

Só poderá ingressar na rede pública quem for aprovado nesse curso. O pacote também inclui diretores e supervisores de ensino.

Para muitos fica a idéia de que esse seria o papel das faculdades de pedagogia e áreas afins. Acontece que há muito só fazer uma faculdade não basta quando se pensa na prática de uma profissão. Vale lembrar o médico, por exemplo, que estende seus estudos por, no mínimo, mais dois anos para passar a atuar sozinho.

E na docência isso também se faz necessário. A prática e a experiência contam muito, além de selecionar melhor seus profissionais. Porém, ser mais rigoroso na seleção e dar um curso inicial não basta. Também é preciso que o professor seja constantemente estimulado a se aprimorar. E cobrado no seu papel de ensinante.

É assim que acontece no mercado de trabalho fora do funcionalismo público. Várias empresas oferecem treinamento para seus profissionais. Que para manterem sua vaga, vão constantemente em busca de se atualizar para sanar necessidades e dificuldades que vão surgindo no dia a dia. Caso contrário, provavelmente seu lugar será de outro. Isso também ocorre com os profissionais liberais.

Alguns vão lembrar que não há condições de os professores darem aulas com o salário e os alunos que têm. Isso não deixa de ser verdade. Há muita coisa a ser feita em relação a essa categoria na área pública. Mas argumentos assim não podem e não devem ser usados para justificar o baixo nível de ensino que se tem encontrado.

Aí está o grande desafio: o de transformar a escola fazendo com que seus alunos realmente se desenvolvam e se envolvam com o aprender. Com professores mais bem selecionados e mais preparados, esse caminho tem chance de se tornar mais curto. Uma coisa leva a outra.

Mesmo se considerando as dificuldades encontradas pelos docentes, a busca para ser professor da rede pública continua. Poucos se intimidam com essa situação ou deixam esse emprego para buscarem outras oportunidades, como dar aulas na rede particular. Lá, a história é outra. Há cobranças e o emprego não é garantido – tem que lutar por ele, para consegui-lo e mantê-lo. Não à toa a qualidade das instituições particulares é melhor. Bem diferente do emprego público.

 A iniciativa é boa e não pode perder de vista que deve realmente funcionar como uma segunda seleção para profissionais tão importantes e necessários – são formadores de pessoas, de cidadãos.

Mas não deve parar por aí. O treinamento de professores e o acompanhamento da qualidade de seu trabalho deve ser algo frequente. Aliado ao envolvimento deles no projeto maior de tornar a educação do estado em um trabalho de resultado. E não meros cumpridores de etapas para conseguir uma vaga.

(Ana Cássia Maturano é psicóloga e psicopedagoga)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: